domingo, 6 de dezembro de 2009

Lucky


Te conheci na hora
mais imprópria, no lugar mais errado, por fim sinto o que jamais deveria sentir
por alguém como você! Paro e me pergunto isso é real? Sou teu esconderijo, sou
sua volta no tempo remoto, de onde a muito você saiu e não imaginava voltar, sou
teu sonho e tua realidade, sou um fragmento de uma eterna juventude que há muito
achou que não mais havia.

Que loucura esconder um beijo
em um corredor vazio, que doçura estar em teus braços, que surreal pétalas de
rosas vermelhas por entre nós, vinho branco por favor!


Uma estátua inocente sonha
acordada com o vento da brisa matutina, o sol que encoberto por densas nuvens
que provocam o despertar de uma paixão, subtil e pura, somos como sal e açúcar,
é inexplicável como as coisas acontecem mais a lei da relatividade pode
explicar, basta que os opostos se atraem, já estava escrito em nossas vidas que
seriamos um do outro, oh baby como você me completa, som do jazz tocando no
rádio, blues em nossas vidas!


Não que isso seja um conto de
fada, por que nem sempre tem um final feliz a espera, mais deixo a vida
levar-me, deixo os ventos soprarem, está na hora de ser feliz!

3 comentários:

Polly. Milani ® disse...

eu amei esse texto *-*
textos de 'amor' sempre sao bem vindos
;* se cuide
e vamos beber

Meu mundo mágico disse...

Adoreeei tbm ^^
Poste mais vezes,e vê se não some mais não!!!
Beijos =*

Gabriella Ramos disse...

Lindo texto.
:)
Adorei!
Beeeijos ;*